Sandra Ribeiro
_________62.535 Leituras _________
Capa Textos Perfil Livros à Venda Prêmios Contato
Textos


V - APOLLO  -Além Da Grécia -

Pelos Jardins da incompreensão:
Se conseguíssemos passar por esta fase com paciência, conseguiríamos vencer tudo. Bebe é bebe.
Fases de descobertas, traquinagens e muitas broncas. Com o Apollo não foi diferente.


Eu gosto  muito de plantas. Eu mesma cuido de cada uma delas. Por anos vi minhas plantas darem flores de todos os tipos. Muito elogiadas por quem nos visitasse. O problema é que os dentes do Apollo estavam nascendo e crescendo e ele precisava coçar a gengiva de algum jeito. O danado roeu cada uma das plantas, só dispensou as roseiras por causa dos espinhos. A casa caia cada vez que eu  ia ao jardim.

Para que ele parasse, meu filho comprou um pneuzinho próprio para cão. Assim teria o que roer.
Quanto ao jardim, polvilhamos com pimenta do reino branca. Depois de uns espirros o cachorro largou alguns vasos.


O engraçado é que o Apollo não conhecia sua força. Tinha um vaso enorme de barro com uma trepadeira plantada e enrolada num pau. O cachorro tombou o vaso e consegui arrastá-lo por metros. Depois arrancou a trepadeira com pau e tudo de lá.

O jardim nunca mais foi o mesmo. Mas logo tudo isto será passado.
 
CONTINUAÇÃO:

http://www.sandraribeirosp.com/visualizar.php?idt=3346185



Sandra Ribeiro SP
Enviado por Sandra Ribeiro SP em 20/11/2011
Alterado em 06/11/2012
Copyright © 2011. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Comentários